Presídio de onde fugiram 20 detentos no interior do AC tem déficit de mais de 300 vagas

Dados do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) mostram que o Presídio Moacir Prado, em Tarauacá, de onde fugiram 20 presos na madrugada desta segunda-feira (11), tem um déficit de 317 vagas apenas na unidade de regime fechado.

Ao todo, são 397 detentos distribuídos em 80 vagas na divisão penitenciária do interior do Acre.

Um levantamento do próprio Iapen-AC revela que Tarauacá é a cidade com o terceiro maior déficit carcerário do estado. De acordo com os números, os 471 detentos de Taraucá – alojados nas unidades de regime fechado, semiaberto e feminina do município – estão distribuídos em apenas 142 vagas. Todos os dados se referem a novembro deste ano, quando os números foram divulgados.

O complexo penitenciário Moacir Prado também tem déficit na unidade semiaberta. Em novembro, eram 26 vagas para 35 presos, uma falta de nove vagas. Já na unidade feminina de Tarauacá, eram 36 vagas para 39.

Dos 20 presos que fugiram na cidade, quatro foram recapturados na tarde desta segunda.

Ao G1, na ocasião, Paulo Dantas, gerente de infraestrutura do Iapen-AC, afirmou que o órgão executa uma política de ampliação do sistema prisional em todas as unidades do estado. Segundo ele, a ampliação no presídio de Taraucá começou no início de novembro.

Os presídios do estado têm um déficit de quase três mil vagas. São 3.127 vagas ocupadas por 5.868 presos, o que equivale uma insuficiência de 2.471 vagas.

“A gente não está na preocupação de ampliação somente de vagas, ela diz respeito ao sistema como um todo. Em Taraucá, por exemplo, estamos levando toda a parte de segurança e qualidade para os profissionais que lá trabalham. Toda a frente da unidade vai ser cercada, um refeitório/alojamento para os agentes vão ser construído, além de outras intervenções conforme a resolução preconiza”, destacou Dantas na época.

Porém, não há previsão para que esses planejamentos sejam executados, porque precisam de aprovação e liberação de recursos.

Post Author: Fabiano Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *