Mesmo com ameaça de punição, deputado Rocha diz que vai votar contra a Reforma da Previdência

Apesar das ameaças do presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, que afirmou que os parlamentares tucanos que votarem contra a reforma da Previdência serão punidos pela legenda, o deputado federa Major Rocha, que é presidente regional do PSDB no Acre, confirmou nesta quarta-feira (3) que votará contra o projeto apresentado pelo presidente Michel Temer (PMDB).

“Defendo da tese que o deputado tem que votar de acordo com suas convicções do que é melhor para o trabalhador, de acordo com sua intepretação da matéria, não obrigado pela direção nacional do PSDB que fechou questão a favor da reforma previdenciária, sem ouvir os parlamentares e ainda prometendo punições para os que votarem de forma contrária à decisão”, diz Rocha.

Segundo o líder tucano do Acre, um grupo de 23 deputados tentará convencer o presidente nacional da sigla a desistir de punir quem se posicionar contra o projeto do governo do PMDB. O apoio do PSDB à reforma da Previdência é considera fundamental por Michel Temer, que tenta obter o apoio dos 46 deputados tucanos para chegar aos 308 votos necessários para aprovação.

Para Rocha, os planos de Geraldo Alckmin é evitar o desgaste de seu possível governo caso a Reforma da Previdência não seja aprovada no governo Temer e ele seja obrigado a tentar aprovar numa administração tucana. Rocha destaca que antes mesmo de colocar o nome entre os favoritos da disputa presidencial, o presidente nacional do PSDB tenta evitar turbulências futuras.

“O PSDB corre o risco de se tornar um partido nanico. Se Geraldo Alckmin manter a decisão de punir os parlamentares poderá acontecer uma revoada do ninho tucano. Eu vou votar contra a Reforma da Previdência e não adianta ameaçar. Alckmin deveria se preocupar em aparecer entre os favoritos na disputa pela Presidência, não em possível desgaste de um governo que não existe”, finaliza Rocha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *