CRIME MACABRO: PRESIDIÁRIO FORAGIDO CORTA GARGANTA, MATA NAMORADA DE 14 ANOS E DEPOIS TENTA SUICÍDIO

Um crime bárbaro chocou a população de Jordão depois que a notícia se espalhou entre a população, além de intrigar os policiais de plantão n município.

Um homem cortou a garganta de uma garoto da 14 anos numa comunidade ribeirinha na localidade. Ele contou para a polícia que estava em Tarauacá com a garota menor Roseane Dantas da Costa de 14 anos, natural de Envira – AM, pegou uma carona num barco que ia para a cidade de Jordão e ao chegar na comunidade de alagoas, como o nível da água estava baixo para a navegação, se abrigaram no local. Uma senhora os deu guarida e uma espaço numa pequena igreja para eles passarem os dias enquanto não seguiam viagem.

De acordo com o comandante da PM Tenente Fortunato, o rapaz contou para a polícia que no último sábado, os dois decidiram tirar a própria vida, pois ele estaria com Aids.  Foi então, que ele a levou para o mato, construiu duas cruzes, cortou a garganta da garota e depois cortou a própria garganta. Só que ele sobreviveu e acordou umas 4 horas depois e aí cortou o pênis e no braço tentando se matar.

Altevir Ferreira da Silva, 34 anos, morador da zona rural do município de Feijó, é presidiário foragido do regime semiaberto, fugitivo, matou a adolescente Roseane Dantas da Costa, 14 anos, moradora da Rua Simão Leite Damasceno, Bairro da Praia, no Seringal Alagoas, Rio Tarauacá.  No domingo, um morador da região viu o homem ensanguentado com o corte na garganta e ao ser questionado sobre o paradeiro da jovem, ele disse que tinha matado ela no dia anterior. Ela foi encontrada por moradores a cerca de 2 km do local onde eles estavam, já em estado de putrefação.  O morador ligou para a polícia, que foi ao local na manhã desta segunda e encontrou o corpo a 100 metros da igreja em um matagal. O homem foi preso em flagrante.

“Fomos informados do caso já era domingo à noite, como é uma região de difícil acesso, fomos pela manhã desta segunda. Esse cara fugiu do presídio de Feijó, pegou uma canoa e trouxe uma adolescente de 14 anos para o seringal Alagoas, quando chegou lá ele fez isso. As pessoas chegaram na igreja, ele estava deitado com cortes na garganta, no braço e no pênis. Perguntaram pela mulher e ele disse que tinha matado”, detalhou o comandante.

“Esse já é o segundo homicídio dele. Agora está aqui no hospital e vai ser levado para Rio Branco ou Tarauacá para tratar os ferimentos. Ele disse que tentou se matar depois de ter matado a mulher”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *