São Paulo estreia ‘estilo uruguaio’ no Morumbi pelo Brasileirão contra o Paraná

Após seis jogos, o técnico Diego Aguirre já mudou a cara do São Paulo. Para melhor. O time se tornou mais aguerrido, briga em cada disputa de bola, é dedicado à marcação e à organização tática. É um São Paulo que morde. Nesta segunda-feira, esse estilo uruguaio estreia no Campeonato Brasileiro, diante do Paraná, no Morumbi, às 20 horas.

A mudança ficou clara nos confrontos diante do Corinthians pelo Campeonato Paulista, contra o Atlético-PR, pela Copa do Brasil, e, sobretudo, na Argentina. Até a expressão que alguns jogadores do elenco utilizam para descrever o jeitão novo do time é típica dos nossos vizinhos. “Disputamos cada bola até a morte”, comentou o volante Petros após o empate diante do Rosario Central, fora de casa, pela Copa Sul-Americana, na última quinta-feira.

Depois de montar um time com intensidade, Aguirre quer fazer a equipe atacar mais. Esse é o desafio para o jogo desta segunda. Diante de um rival que seguramente vai se fechar e especular um ou outro contra-ataque, o São Paulo vai precisar de criatividade e movimentação.

“Precisamos ser mais ofensivos. Estamos num bom caminho, mas temos de ser mais contundentes na frente. Principalmente nos jogos em casa”, disse o treinador. “É fundamental largarmos com três pontos, pois, além de jogar em casa, temos de estar sempre entre os primeiros, essa é a nossa meta, e temos de começar desde já”, afirmou o volante Jucilei.

Aguirre fará um duelo tático com o técnico do Paraná, Rogério Micale, o mesmo que conquistou a medalha de ouro para a seleção olímpica nos Jogos do Rio em 2016. O clube paranaense volta à Série A após 11 anos.

Já Paraná Clube, que volta à Série A depois de 10 anos, promete entrar na competição para não brigar contra a zona de rebaixamento após se reforçar em quase todos os setores depois da campanha irregular no Campeonato Paranaense. A principal aposta, entretanto, está no banco de reservas. O técnico Rogério Micale chegou no meio do estadual e conseguiu dar uma cara ao time, elevando a expectativa do torcedor.
Para a estreia, o treinador paranista faz mistério em relação à escalação. Da equipe que fechou a participação no Paranaense, o goleiro Richard, os laterais Alemão e Mansur, o volante Wesley Dias e o meia Carlos Eduardo devem formar a base principal. Das novidades, o meia Caio Henrique e os atacantes Raphael Alemão e Silvinho já treinaram entre os titulares e deem apare no time.
Micale confirmou a estratégia de segurar a escalação para não dar armas aos adversários, mas sabe que o time precisa mesmo é mostrar futebol em campo. “Ainda não vamos abrir muito. Vamos tirar certo proveito que o São Paulo ainda não nos viu jogar, mas é claro que não ganha jogo. A informação hoje em dia é muito importante. A diretoria nos proporcionou alguns reforços que achamos importante e minha expectativa é que todos rendam o melhor”, concluiu.
SÃO PAULO x PARANÁ
SÃO PAULO
Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio e Arboleda; Régis, Jucilei, Petros, Lucas Fernandes (Liziero) e Liziero (Edimar ou Júnior Tavares); Nenê e Tréllez
Técnico: Diego Aguirre
PARANÁ
Richard; Alemão, Cléber Reis (Jesiel), Rayan e Mansur; Wesley Dias, Caio Henrique e Carlos Eduardo; Raphael Alemão, Silvinho e Luan Viana (Thiago Santos).
Técnico: Rogério Micale
Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi), em São Paulo (SP)
Data: 16 de abril de 2018, segunda-feira
Horário: 20 horas (Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

Post Author: Fabiano Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *