Sem descanso! Para sete equipes, agosto será de viagens e muitos jogos decisivos

calendário do futebol brasileiro é cheio e isso não é novidade. Estaduais, Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores, Copa Sul-Americana, Copa do Nordeste, Copa Verde… Envolvidos em tantos torneios, os jogadores já estão acostumados a disputar partidas seguidas, tendo pouco tempo para recuperação e treinamento.

Em ano de Copa do Mundo, com um mês a menos no cronograma, isto fica ainda mais grave. Neste segundo semestre, as equipes praticamente não terão tempo para treinar entre os jogos, principalmente os clubes que por seus próprios méritos conseguiram avançar em competições mata-mata. É o caso de Bahia, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Santos neste mês de agosto, que entrarão em campo nove vezes.

O torcedor quer sempre ver seu time em campo com força máxima. Os jogadores querem disputar todas as partidas possíveis. Mas será que é possível um mesmo jogador disputar nove jogos em um espaço de 30 dias?

– É, o planejamento da nossa comissão as vezes é dar uma poupada, mas a gente vem de jogos intensos na parada da Copa. Onde todo mundo parou e a gente continuou jogando, disputando as finais da Copa do Nordeste. Agora a mesma intensidade, jogos decisivos da Copa do Brasil, Copa Sul-Americana, clássico. Então, é difícil você ficar fora de jogos como estes – afirmou Zé Rafael, meia do Bahia.

Zé Rafael lembrou que o Tricolor baiano vem numa sequência de jogos decisivos desde a Copa do Mundo. (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)Zé Rafael lembrou que o Tricolor baiano vem numa sequência de jogos decisivos desde a Copa do Mundo. (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)

Zé Rafael lembrou que o Tricolor baiano vem numa sequência de jogos decisivos desde a Copa do Mundo. (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)

O Santos, além de disputar os nove jogos, será uma das equipes que mais viajará. O fisiologista Luiz Fernando Barros explicou a dificuldade de os atletas estarem sempre em campo.

– É muito difícil. O calendário este ano ficou um pouco diferente de todos os outros. É muito difícil você não ter que poupar um jogador as vezes, ou até que algumas lesões aconteçam. A gente faz tudo para minimizar, mas é impossível. Quando você joga duas vezes na semana, você aumenta em até seis vezes a chance de se lesionar em relação a um time que jogaria só no fim de semana – contou o fisiologista do Peixe.

Confira o cronograma dos sete clubes

Bahia agosto 2018 (Foto: Infografia)Bahia agosto 2018 (Foto: Infografia)

Bahia agosto 2018 (Foto: Infografia)

O Tricolor Baiano, dos sete clubes em pauta, é de longe quem viajará a maior distância. O clube terá três sequências de dois jogos fora de casa no mês de agosto. Sendo assim, após enfrentar o Fluminense na 17° rodada do Campeonato Brasileiro viajarão direto do Rio de Janeiro para Montevideu, onde encaram o Cerro-URU pela partida de volta da Sul-Americana.

Da mesma forma, após a partida de volta da Copa do Brasil, contra o Palmeiras, irão direto para Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro pela 19° rodada do Brasileiro. Esta é uma estratégia do clube para diminuir o número de viagens, porém, o elenco ficará grandes períodos longe de casa.

Post Author: Fabiano Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *