EITA! Beber todo dia moderadamente pode diminuir risco de demência

Em 2016, fizemos uma matéria mostrando como o álcool afeta a aparência das pessoas. Bom, muito se fala sobre os efeitos do álcool no organismo, certo? Todo mundo sabe que tudo que é consumido em excesso faz mal a saúde, e com o álcool não é diferente.

Muitos estudos recentes mostram que o álcool, mesmo quando consumido com moderação, é um inimigo da nossa saúde. Mas um novo estudo sugere que beber uma bebida alcoólica por dia poderia ter relação com o risco reduzido de desenvolver demência.

A pesquisa foi publicada no British Medical Journal e acompanhou 9 mil pessoas britânicas nos últimos 23 anos. Eles examinaram a ligação entre o consumo de álcool e o risco de demência. O estudo observatorial descobriu que pessoas de meia-idade tinham risco 45% maior de desenvolver demência em comparação com pessoas que bebiam entre uma e 14 unidades de álcool a cada semana.

É claro que existem fatores como o estilo de vida diferentes de cada pessoa, sendo assim é tolice pensar que tomar uma cerveja todos os dias vai deixar seu cérebro saudável. Mas o estudo levanta algumas questões interessantes.

Demência e álcool

Sara Imarisio, chefe de pesquisa da Alzheimer’s Research UK, acha que as pessoas que se abstêm completamente do álcool podem ter um histórico de consumo excessivo, o que pode dificultar a interpretação das ligações entre beber e ter saúde.

Mesmo que o estudo não tenha encontrado uma causa subjacente a essa correlação, outras análises sugerem algo. No início desse ano, pesquisadores da Universidade de Rochester, em Nova York, realizaram um experimento com camundongos. Descobriram que baixos níveis de álcool parecem estimular o sistema glifático, conhecido como o sistema de eliminação de resíduos do cérebro.

Durante nosso sono, esse sistema libera as toxinas criadas pelo cérebro. Por sua vez, isso pode fazer com que se interrompa o acúmulo de beta-amilóide, uma proteína pegajosa encontrada no cérebro de pessoas que têm Alzheimer.

É claro que devemos ter cautela quando o assunto é consumo de álcool, mas para quem tem e gosta de ter uma “vida boêmia”, talvez essas podem ser boas notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *