Ataque de abelhas no centro causa tumulto próximo ao terminal urbano

 

Um fato inusitado ocorreu no final da tarde dessa terça-feira (11) em Rio Branco. Quem passou pelo Terminal Urbano e Mercado Aziz Abucater foi surpreendido pelo ataque repentino de abelhas que vivem em colmeias nas copas das árvores entorno do Calçadão da Benjamim Constante.

No momento do ataque, o fluxo de transeuntes era intenso. Com a ventania provocada pelo mau tempo, galhos de árvores passaram a tocar nas colmeias e provocou a fúria das abelhas. Várias pessoas ficaram feridas. O pânico foi generalizado naquela região. Estudantes, idosos, trabalhadores e pessoas que passavam no momento do incidente foram atacados.

A aposentada Raimunda de Lima, 65 anos, foi uma das vítimas. Ela ficou ferida em diversas partes do corpo. Sem tem como se defender, recebeu ajuda de estranhos. “Foi terrível. Foi tudo muito rápido. Todo mundo saiu gritando, correndo de um lado para outro. Eu não pude correr. Só tive tempo de fechar os olhos e por a mão no rosto. De nada adiantou. Recebi uma ferroada bem nas pálpebras, próximo do olho que faço tratamento. Só espero que não ter nenhuma reação alérgica”, comentou ela mostrando as marcas que ficou nas orelhas, braços, pernas e principalmente no rosto.

Além de aposentada, Roberto Silva Queiroz também foi picado pelas abelhas. Ele trabalha próximo do calçadão e informou à nossa reportagem que não é a primeira vez que isso acontece. Ele comentou que a situação vem ocorrendo com frequência e que as autoridades sabem do problema.

“A prefeitura foi informada sobre isso. Nós avisamos até para o Corpo de Bombeiros, mais ninguém fez nada. Toda vez é isso, sai todo mundo correndo, se machuca. Os galhos triscam nelas, lá do alto, e as abelhas avançam quem tá aqui no chão. Vai ser preciso alguém morrer, ou acontecer algo mais sério para tomarem providência?”, questiona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *