Capital do Acre registrou calor de 35, 8 graus nesta terça, diz pesquisador Davi Friale

Pelo quinto dia consecutivo, o Acre registrou recordes de calor de 2018. Agora foi a vez de Rio Branco, novamente, com 35,8ºC, a maior temperatura do ano, até o momento, registrada às 14h de terça-feira (11/9/2018), pela estação meteorológica da REDEMET, no aeroporto da cidade, informou o pesquisador meteorológico Davi Friale.

O recorde anterior, deste ano, na capital, havia ocorrido dois dias antes, no domingo, com máxima de 34,9ºC, na mesma estação meteorológica da REDEMET.

Logo após o registro do calor intenso na terça-feira, um temporal atingiu Rio Branco, com ventos de 52km/h, no aeroporto (REDEMET), e 41km/h, no início da Transacreana (INMET).

Chuvas fortes, com raios e fortes ventanias, ocorreram nos municípios de Porto Acre e Bujari, assim como em vários bairros de Rio Branco. Muitas pessoas relataram queda de granizo intenso.

CALOR DIMINUI E CHUVAS AUMENTAM

Pulsos úmidos do Atlântico avançam da direção do Acre e provocam chuvas fortes, com raios, ventanias e queda pontual de granizo, pelo menos até a próxima segunda-feira (17/9/2018). Assim, o calor diminui, mas aumenta a sensação de tempo abafado, nos próximos dias, já a partir desta quinta-feira.

Alerta, portanto, de fortes temporais, nestes dias no Acre, no Amazonas, em Rondônia, em Mato Grosso (oeste, noroeste, norte e nordeste mato-grossense), Bolívia (centro, noroeste, norte e nordeste) e Peru (região de selva).

O tempo vai continuar quente nos próximos dias, mas o calor diminui devido à formação de muitas nuvens de chuva na região.
Durante esta semana, principalmente a partir de sexta-feira, chove, também, em áreas de Goiás e do Distrito Federal e na maior parte de Mato Grosso, aumentando, portanto, a umidade relativa do ar da região.

Post Author: Fabiano Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *