Criança de 3 anos morre em hospital do interior do AC após ser atropelado em rodovia

Acidente ocorreu na tarde desta terça (2) e criança morreu no hospital de Tarauacá nesta quarta (3). Criança ia ser transferida para Rio Branco quando teve uma parada cardíaca e morreu. Um menino de 3 anos morreu no hospital de Tarauacá, interior do Acre, nesta quarta-feira (3) após ser atropelado por uma motocicleta na BR-364. O acidente ocorreu na terça-feira (2), quando a família saía de uma comunidade do Rio Gregório e seguia para a casa de parentes na Comunidade Tauari, zona rural do município. O G1 tentou contato com o pai do menino, mas não obteve sucesso até esta publicação. Moradores do município chegaram a iniciar uma campanha nas redes sociais para pedir dinheiro para a família, que é humilde. José André foi um dos que pediram ajuda para os parentes do menino nas redes sociais. Ele explicou como aconteceu o acidente. “Iam em um caminhão que chamam de freteiro, chamado de pau de arara, e ao chegar no local desceram do carro e em um momento de distração da mãe, essa criança correu para o meio da estrada e a moto bate nele. A condutora da moto não prestou socorro e trouxemos a criança para o hospital de Tarauacá”, relembrou. Ainda segundo André, foi solicitado um avião para encaminhar a criança para um hospital de Rio Branco. Porém, o menino teve uma parada cardíaca no momento que era enturbado para a viagem e não resistiu. “Eles iam viajar para Rio Branco e quando fizeram o procedimento de enturbamento ela não resistiu. Iam levar para o avião quando teve uma parada. Tinha vários traumas, quebrou uma perna, um braço e bateu o crânio”, lamentou. O morador contou também que duas pessoas se prontificaram a ajudar os familiares. Agora, Andre diz que estão juntando dinheiro para comprar um caixão e providenciar o enterro do garoto. “Não sei se a assistência social daqui vai abraçar a causa. Eu e dois amigos estamos ajudando”, concluiu.

 

Fonte: G1 portal de Notícias

Foto: Sérgio Vale

Post Author: Fabiano Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *