Nova lesão tira Neymar de mais jogos decisivos; veja retrospecto da seleção sem o camisa 10

Enquanto os médicos do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira se reúnem para definir qual a melhor forma de tratamento para a lesão de Neymar, o jogador vive a angústia da confirmação de que ficará fora de jogos decisivos por mais uma temporada.

A fratura no quinto metatarso do pé direito, na mesma região que ele operou antes da Copa do Mundo de 2018, vai fazer o atacante desfalcar o clube francês e muito provavelmente a equipe nacional. Se isso de fato acontecer, não será a primeira vez que o técnico Tite terá de armar o time sem o seu principal jogador. Mas apesar da ausência importante, surpreendentemente o retrospecto da seleção sem Neymar não é ruim.

Nos dois últimos jogos sem Neymar, diante de russos e alemães em março do ano passado, o craque do Paris Saint-Germain se recuperava justamente da cirurgia no quinto metatarso do pé direito. Após pouco mais de três meses afastado, o camisa dez voltou aos gramados e foi decisivo com um gol na vitória sobre a Croácia, por 2 a 0, em amistoso em junho, pouco antes da Copa.

Nas 26 vezes que Tite contou com Neymar em campo, incluindo partidas importantes do Mundial da Rússia e eliminatórias, foram 21 vitórias, quatro empates e uma derrota. O revés por 2 a 1 para a Bélgica custou a eliminação nas quartas de final da última Copa.

Os próximos compromissos da seleção brasileira serão no final de março. No dia 26, o amistoso é contra a República Tcheca, em Praga, e dias antes a equipe vai enfrentar um adversário ainda indefinido. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira em Paris, Tite deixou claro que só vai convocar Neymar se ele estiver em plenas condições. A Copa América deste ano será disputada no Brasil a partir do dia 14 de junho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *