Imagem de aluno almoçando em banheiro de Colégio Aplicação provoca revolta na web

Uma imagem que está circulando nas redes sociais esta semana tem gerado discussões a respeito da administração Colégio de Aplicação (CAP), de Rio Branco. Uma fotografia, compartilhada por centenas de internautas, apresenta um adolescente que seria aluno do CAP fazendo a refeição do almoço no banheiro da escola. A justificativa, conforme postagem publicada na internet, é de que o colégio não permite que os estudantes se alimentem nas dependências da instituição no horário de almoço.

A postagem também contabiliza dezenas de reações. “Não é de hoje essa situação”, foi um dos comentários. “Vergonhoso ver aluno do CAP tendo que almoçar escondido na escola, pois tem aula à tarde e não tem tempo de ir em casa e voltar para aula, onde uma direção não tem consciência no pouco tempo de descanso que agente tem!” escreveu um estudante.

O advogado e político Gabriel Santos também se manifestou publicamente, segundo ele, como a escola funciona em período semi-integral, os alunos almoçam em bancos de praças do Centro, esperando o contra-turno, no entanto, a Universidade Federal do Acre (Ufac) precisa intervir nisso, e caso aconteça algum tipo de violência contra esses jovens na rua, a direção deve ser responsabilizada.

“Na próxima segunda-feira entrarei em contato com a direção da escola para saber qual é a posição oficial da Gestão. Depois de averiguar tudo isso e, se confirmando todos os relatos que recebi dos alunos, vou acionar o Ministério Público Federal (MPF) para analisar a possibilidade de alguma atitude abusiva, que coloque as crianças e adolescentes em risco”, disse Santos.

Por meio de nota, a Reitoria da Universidade Federal do Acre (Ufac) posicionou-se afirmando que a proibição não era de conhecimento da administração superior. A nota diz, ainda, que o CAP possui gestão independente e tal decisão foi tomada por diretoria eleita pela comunidade.

“A administração superior da Ufac se compromete em intervir junto ao CAP para que os alunos possam se alimentar no refeitório, de maneira digna e adequada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *