No AC, mulher que teve partes íntimas queimadas pelo marido é acompanhada por psicólogos

Há 10 dias, a cuidadora de idosos Agerlândia Miranda, de 25 anos, está internada se recuperando de queimaduras nas coxas e partes íntimas causadas por água fervente. A mulher foi vítima de agressão pelo marido, Jessé Nogueira, no último dia 12 em Sena Madureira, no interior do Acre.

O Centro de Atendimento à Vítima (CAV), do Ministério Público, informou que está acompanhando o caso e prestando atendimento psicológico tanto a Agerlândia, como às crianças. Inclusive, uma equipe está em Sena Madureira. A agressão foi presenciada pelas três crianças, de 10, 9 e 2 anos, que estão com o avô materno.

As duas mais velhas são de outro relacionamento da cuidadora. A vítima permanece internada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco sem previsão de alta. Mas, ela disse que se recupera bem e que acredita que em breve deve sair do hospital e voltar para casa.

‘Ainda sinto medo’

A possibilidade de sair do hospital vem acompanhada pelo medo. Como Nogueira está solto, a vítima teme pelo que pode acontecer. Além disso, ela diz que precisa de ajuda para seguir

“Me preocupo muito de como vai ser quando eu sair do hospital sem poder trabalhar pra poder sustentar minhas filhas e também de como vou fazer para pagar o aluguel. Mas, quero logo me recuperar e eu creio que vai dar tudo certo”, acredita.

Inquérito

O caso é tratado como lesão corporal pela delegacia de Sena Madureira. O delegado Marcos Frank, que cuida do caso, disse que o suspeito permanece preso e aguarda para ouvir a vítima. Jessé Nogueira se apresentou com um advogado e em seguida foi liberado. Frank diz que tem até 30 dias para concluir inquérito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *