Investigação sobre caso de meninas que tomaram a vacina do HPV não encerrou, diz Saúde

A gerente do Programa de Imunização do Estado, Renata Rossato, representou a Secretaria de Saúde na Assembleia Legislativa e ouviu as reclamações das mães de mais de 40 jovens que sofrem com convulsões após terem tomado a vacina do HPV.

De acordo com Renata, desde que o Estado tomou conhecimento, iniciou-se um processo de investigação e paralelamente também a assistência as jovens afetadas. “Para dar continuidade a esse processo ficamos no aguardo, desde o ano passado, da realização de alguns exames que nos embasasse no processo de investigação . Para que esse processo se conclua, tem alguns exames que não são feitos no Estado do Acre. O processo para o encerramento desta investigação seria através do TFD ou se algum profissional fisiopatologista trouxesse equipamento específico para o Estado”, disse.

A Sesacre ainda levanta informações e ainda não é capaz de afirmar se a vacina é a causadora ou não do problema nas adolescentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *