NOMEAÇÕES DA DISCÓRDIA: Não concordo com a nomeação de algumas pessoas que são ligadas aos partidos da extinta FPA

O deputado José Bestene reafirmou na noite desta quarta-feira (3), o teor do áudio vazado em redes sociais em que ordena militantes a criticar nomeações de supostos aliados petistas em cargos do governo Gladson Cameli. “Por isso, disse e repito: vamos responder ao ataque desses covardes nas redes sociais, sim”, reafirmou Bestene, que assim como os que ordena que critique também ocupou cargos em governos da Frente Popular: como exemplo, Bestene foi presidente do Departamento Estadual de Águas e Saneamento (Deas) no governo de Binho Marques. O Deas tinha status de Secretaria de Estado.

Em nota, o deputado diz que não vai aceitar “que tentem sujar” sua honra e que sua indignação recai sobre os que zombam da militância do Partido Progressista.

Veja o que disse José Bestene:

Não vou aceitar armações.

Não vou aceitar que tentem sujar minha honra.

Não sou homem de fazer jogo sujo.

Sou um defensor do governo Gladson Cameli, que ajudei a eleger, de quem sempre estive ao lado e por quem tenho respeito.

É fato que não concordo com a nomeação de algumas pessoas que são ligadas aos partidos da extinta Frente Popular, de maneira especial do PT.

Minha indignação maior é com aqueles que, nomeados em nosso projeto, ficam zombando de nossa militância. Uma verdadeira injustiça!

Por isso, disse e repito: vamos responder ao ataque desses covardes nas redes sociais, sim. Não vamos permitir que fiquem zombando de nossa luta.

Quem me conhece sabe do meu caráter. Essas armações serão combatidas. E mais uma vez convido os amigos a responderem aos zombadores. Ontem estavam lá do outro lado. Hoje estão em nosso governo, zombando de nós!

Respeitem minha história!

Respeitem aqueles que me elegeram para defender o povo!

José Bestene

Deputado Estadual”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *