Pesquisa encomendada por site local mostra que saúde e segurança pública piorou no governo de Gladson

A pesquisa feita pelo ac24horas/DataControl divulgada nesta semana após os primeiros 90 dias revela que o quesito segurança pública deve ser o calo do governo de Gladson Cameli. Dos entrevistados, 43,8% não notaram nenhuma mudança em relação a gestão anterior, destacando que “ficou como estava”.


Já 29% acreditam que a sensação de segurança melhorou um pouco. 5,8% disseram que melhorou muito enquanto 5,2% piorou um pouco. Piorou muito registrou 15,4%. Não sabem ou não responderam correspondem a 0,8%.

Mais de 44% acreditam que situação da saúde pública piorou nos 90 dias

A avaliação da saúde pública do Acre também foi aferida na pesquisa ac24horas/DataControl. De acordo com levantamento, 44,2% opinaram que a saúde piorou, sendo 10,2% assinalando que piorou pouco e 34% afirmando que piorou muito. Já 39% acham que nada mudou e ficou como estava. Somente 14% afirmam que melhorou, sendo 4,4% destacando que melhorou muito e 10% enfatizando que melhorou pouco.

O resultado da pesquisa demonstra que o tão chamado “choque de gestão” ainda não fez a saúde pública gerenciada pelo secretário de saúde, Alysson Bestene, sair da UTI.

A pesquisa ac24horas/DataControl foi realizada no dia 1º de abril e ouviu 500 pessoas na capital Rio Branco. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.

fonte: ac24horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *