Operação da polícia apreende armas, droga e prende 10 pessoas no interior do Acre

Policiais civis e militares de Mâncio Lima, no interior do Acre, fizeram a operação Tolerância Zero, nesta quarta-feira (8), para cumprir vinte mandados de prisão e dez de busca e apreensão. Nas primeiras horas da ação, foram presas 10 pessoas e apreendidas armas de fogo e droga.

Mais de 40 policiais participam da operação, que começou às 3h desta quarta-feira. Em três bairros da cidade, considerados de maior índice de criminalidade, foram revistadas casas e encontrados suspeitos de participação no tráfico de drogas, homicídios, assaltos, porte ilegal de armas e de praticar crimes contra o patrimônio.

Com os suspeitos, a polícia resgatou vários produtos que são oriundos de roubos e furtos e apreendeu seis armas de fogo e embalagens de maconha e cocaína que estavam preparadas para a comercialização.

“A operação teve início a partir de mandados de prisão e busca e apreensão em alvos específicos. Maior parte já foram cumpridos e, além dos presos com esses mandados, foram chegando informações também e dando início a novas buscas em outros locais”, disse o major Evando Bezerra, comandante da PM.

Também foram recuperados dezenas de cartões bancários de aposentados que estavam em posse de um casal. A dupla é suspeita de praticar agiotagem e reter os cartões dos idosos para receber o pagamento.

“Essas pessoas, eu entendo que são perigosas, porque as suas vítimas são pessoas impotentes e a partir do momento que são lesadas passam, inclusive, a passar fome. Temos que dar uma atenção especial a esse tipo de crime”, afirma o delegado Obentânio dos Santos.

Segundo o delegado, os suspeitos presos na operação estavam sendo investigados desde sua chegada à cidade há 15 dias.

“Estamos fazendo todo um trabalho de inteligência para que não cometamos nenhum tipo de excesso, muito menos prender pessoas inocentes. Os crimes contra o patrimônio na cidade de Mâncio Lima, a partir de agora, terão a devida resposta. Para isso, temos todo respaldo da PM. De modo que quero tranquilizar toda população que vamos dar o melhor para garantir a segurança”, garante.

Todos os suspeitos foram conduzidos para a delegacia de Cruzeiro do Sul ainda na manhã desta quarta e serão encaminhados ao presídio Manoel Néri da Silva. Segundo a polícia, a operação ainda está em andamento e só será encerrada quando forem cumpridos todos os mandados judiciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *