Homem é condenado a mais de 17 anos por morte de detento em frente de presídio no AC

Wellington Inácio do Nascimento foi condenado a mais de 17 anos de prisão, em regime inicial fechado, pela morte do preso José Henrique Vale de Lima, em julho de 2017, em frente a Unidade Prisional UP-4 (Papudinha). No dia do atentado, o detento Bruno da Silva também ficou ferido a tiros.

O júri popular ocorreu no último dia 2 de maio e a condenação foi divulgada pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) nesta quarta (8).

Além do crime de homicídio qualificado, Nascimento vai responder por porte de arma de fogo de uso permitido e violação de domicílio. O G1 não conseguiu contato com a defesa do réu.

Conforme o TJ-AC, ele estava em um táxi com outras quatro pessoas que passaram atirando contra os dois detentos no momento em que eles saíam do presídio, onde ficavam os presos do semiaberto. Lima morreu no local e Silva foi levado para o hospital.

Na época do crime, policiais que faziam a guarda na Papudinha perseguiram os criminosos e acabaram baleando um dos suspeitos, o Jeferson Oliveira da Silva, de 21 anos. Ele foi encaminhado para o Pronto-Socorro. Nascimento e o motorista do carro, que não teve o nome divulgado, foram presos.

Ainda segundo a Justiça, o réu foi absolvido do crime de tentativa de homicídio contra o outro preso baleado e contra um policial. Na decisão, a 1ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco negou o direito de recorrer em liberdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *