NO XILINDRÓ: Polícia prende suspeito de participar de arrastão e latrocínio na Transacreana

A Polícia Civil através da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (Dcore) prendeu em flagrante na tarde desta terça-feira (14) Dênio David Viera Gomes, de 19 anos. Ele é acusado de roubo e suspeito de ter participado do arrastão no último dia 9, no Ramal Liberdade,  na região da Estrada Transacreana, em Rio Branco, que resultou na morte do Colono Agnélio Missiano, de 34 anos.

Segundo informações da polícia, cinco homens armados e vestidos com fardas da Polícia Militar fizeram um arrastão na região e os moradores foram feitos reféns por horas. Na ação dos criminosos vários pertences das famílias foram subtraídos e Agnélio foi morto enquanto tentava fugir dos bandidos pulando a janela de sua casa.

A apresentação do preso aconteceu na manhã desta quarta-feira (15) na Divisão de Investigações Criminais no bairro Cadeia Velha.

De acordo com o Delegado Sérgio Lopes, o acusado foi preso em flagrante por ter roubado o celular de uma vítima e é um dos principais suspeitos do roubo na Transacreana.

“Ontem a tarde conseguimos localizar o Dênio, que ao perceber a viatura da Polícia Civil saiu em fuga, mas foi abordado pela polícia. E com o Dênio foi encontrado um aparelho celular e ao fazer a verificação no aparelho constatamos que havia sido roubado momento antes de sua prisão, o que culminou em sua prisão em flagrante. Ele já foi reconhecido pela vítima. Além disso hoje aprofundaremos as investigações a respeito da participação dele no crime ocorrido na Estrada Transacreana que é um crime grave. Dênio é um dos principais suspeitos de ter participado desse crime”, disse o delegado.

Lopes informou ainda, que ainda hoje as vítimas do arrastão devem ser mobilizadas para que venham fazer o reconhecimento do suspeito, o que ajudará na identificação dos outros envolvidos no crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *