VIOLÊNCIA SEM FIM: “Coro podre” é executado com cinco tiros em praça na Baixada da Sobral

A guerra entre as facções não dá trégua. Mais um homicídio com requintes de execução foi registrado na capital. Um homem identificado como Weliton de Souza Sacramento, de 18 anos, vulgo “coro podre” foi assassinado a tiros na noite desta terça-feira (21). O crime aconteceu na rua Tabosa, na praça Joaquim Macedo, no bairro Plácido Castro, na região da Baixada da Sobral.

Segundo informações de populares que presenciaram o crime, a vítima estava na praça quando um homem não identificado vestido com uma blusa amarela chegou em uma motocicleta vermelha, se aproximou de Weliton e efetuou 6 tiros, cinco dos projeteis atingiram a vítima. Após a ação o criminoso fugiu do local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar no local nada pode fazer por Weliton que já se encontrava morto.

Policiais Militares do 3°Batalhão estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos do perito em criminalística. A Polícia colheu as características do criminoso e da motocicleta usada no crime, fizeram várias rondas na região, mas até o término desta matéria o autor do homicídio não foi preso.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico.Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações, buscando informações no local. Segundo informações de populares, Weliton era morador bairro Cabreúva e membro da facção criminosa Bonde dos 13.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *