NÃO TEM MUDANÇA

Não adianta ninguém, nem a sua santidade, o Papa, pedir para o governador Gladson Cameli (Progressista) mudar de postura no governo que vai entrar por um buraco do ouvido e sair pelo outro. Ele não vai mudar em nada! Porque esse é o estilo do Gladson, o seu jeito, a sua personalidade. É um erro compará-lo a outros governadores passados. Para ele, a política é como um jogo. É assim que ele encara as relações políticas. Há momentos em que leva tudo por cima da pauzada, em outros age com racionalidade.

O ambiente político em que se formou é o do mundo dos negócios, do lucro, do resultado final, prático e objetivo. Firmar um compromisso com um político malandro que o procura, por exemplo, e não cumprir, é regra do jogo e não uma desonra ou quebra de compromisso. Também não adianta aconselhá-lo a bater na mesa, chutar pau de barraca, chamar nas rédeas, nas catracas, na grande…seja lá o que for que ele não vai fazer nada disso.

Ele enganou alguém quando escolheu uns cinco suplentes para a chapa de Senador em 2014 e acabou com a Mailsa Gomes? Mentiu quando firmou compromisso com Tião Bocalom, Alan Rick, Valmir Ribeiro, Mara Rocha e findou com o major Rocha como vice na chapa de governador vencendo a eleição? Não! Não enganou, não mentiu, não fez nada disso tanto é que venceu a eleição no primeiro turno com a credibilidade em alta. Isto porque as pessoas encaram a política assim também: como um jogo cujas regras são relativas. Esse é o jogo que o Gladson aprendeu a jogar. Ele vai tocar o governo nos próximos anos assim. É bom ir se acostumando.

 

. No Brasil de hoje, um dos campeões mundial de suicídio, vale tudo só não vale perder.

. Esse é o jogo!

. Imaginar um parlamentar com uma Secretaria de porteiras fechadas é um absurdo algum tempo atrás.

. A sociedade jamais aceitaria!

. Mas, como dizia Heráclito de Éfeso, o Obscuro, tudo muda o tempo todo.

. O que realmente o governo precisava na Assembleia Legislativa era de um líder como o deputado Luís Tchê.

. Não que o deputado Gerlen não tenha tido competência, mas tudo é uma questão de estilo na atual conjuntura política.

. O negócio anda tão embolado que ninguém deseja falar muito sobre as eleições municipais.

. Na hora certa, “a cobra fuma, a jiripoca pia e a porca torce o rabo”, criação do Sílvio Martinello.

. O prefeito de Epitaciolândia Tião Flores (PSB) disse que vai dar uma surra de votos no Chiquinho Chaves, no Luizinho Hassem e na Leila Galvão se aparecer por lá.

. Em Xapuri o prefeito Bira Vasconcelos (PT) é que nem tartaruga: devagar e sempre.

. Como diz meu tio Wilson, nascido no Porvir velho:

. “Pois é melhor um prefeito lento, devagar e honesto do que um rápido, ligeiro e ladrão”.

. Vai que é tua, Bira!

. Às vezes fico matutando…

. Todo mundo anda falando que a salvação econômica, geração de renda, emprego, social e política está na reforma da previdência.

. E se não for verdade?

. Se fizerem a reforma e as coisas não melhorarem, vão inventar o quê?

. Sei lá, só matutando…

. …é porque me disseram que a reforma trabalhista iria gerar milhões de empregos, fez foi degenerar os empregos!

. Depois me disseram que ia passar numa ponte para o futuro, tipo a do filme do Thor, em Asgard, nos nove reinos.

. Não apareceu nem uma pinguela!

. Me lembrei agora do Hardy:

. “Ho vida, oh céus…isso não vai dar certo!

. Tá amarrado!

. Prefeitos e vereadores terão o prazo até o final de março do ano que vem para decidir mudar de partido.

. O prefeito Ilderlei estava de mala pronta para migrar para o Democratas.

. O prefeito Tião Flores foi convidado para se filiar ao Progressista.

. Só lembrando que os nanicos não podem mais fazer coligações proporcionais, mas construir chapas de vereadores como o Democrata Cristão já vem fazendo, pode.

. O que a lei proíbe é a lambança das alianças dos nanicos que transformou o processo num mercado persa.

. Já dizia dom Pedro II…quem tudo quer, tudo perde!

. Bom dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *