Por 4 votos a 2, TRE cassa mandato de deputado, Josa da Farmácia. O parlamentar é acusado por compra de votos

O deputado estadual Josa da Farmácia, eleito pelo Podemos com 6.412 votos, acaba de ter o mandato cassado pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral, por 4 votos a 2.

A acusação contra é parlamentar é de compra de votos durante as eleições de outubro do ano passado.

Apesar da cassação, o TRE acreano decidiu que Josa não será afastado de forma imediata até ter o recurso analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *