FORA DO JOGO: Gladson demite Alyssom Bestene da Saúde

Após inúmeras tentativas de readequação dos serviços prestados pelos servidores da secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), o governador Gladson Cameli decidiu agir com veemência e mudou o quadro de Saúde Pública do Acre.
Durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira, 3, na Casa Civil, Gladson Cameli anunciou a saída do secretário de Saúde Alysson Bestene. Em seu lugar, assume a pediatra intensivista Mônica Feres.

Essa não foi a única mudança. Entretanto, Gladson esclareceu que a troca de secretários não interfere na relação de amizade e política com Bestene. Alysson continuará como braço direito do governador.

Cameli revelou que situações internas na Saúde fizeram com que o trabalho do ex-secretário não caminhasse de acordo com a vontade do governo.
A única saída, segundo o governador, foi mudar de ponta a ponta a saúde pública, a começar pelo próprio secretário.
A princípio, Alysson já havia pedido para deixar o cargo, mas teve a solicitação negada por Gladson. Agora, sentindo que a responsabilidade é inteirarem sua, o chefe do Estado, tendo em vista os muitos problemas e a necessidade de mudanças, começou a agir sem dó nem piedade.

Gestão técnica

A ideia é fazer da saúde uma secretaria mais técnica, rígida e de pulso firme. “A Mônica vem para agregar a Saúde com uma gestão mais técnica e direta”. A nova secretária afirma que “vou trabalhar para continuar com o plano de elevar a Saúde em todos os níveis, de maneira estratégica”.

Demissões

Sob a nova gestão da pasta, a ordem é elaborar um plano de ação conforme forem verificados os problemas dentro da Sesacre. ” Vamos aproveitar os servidores que trabalham e que são otimistas. Quem não for profissional, vamos “contaminar” com essas pessoas com boa gestão”, afirmou Mônica.

Relação que transcende a política

O ex-secretário deixou claro que sua relação com Cameli transcende qualquer cenário político e pessoal.

Quem é a nova secretária de Saúde

A nova secretária de Saúde é a médica intensivista Mônica Feres Kannan Machado que até a semana passada atuava em Brasília, com consultório na região do Cruzeiro, além de atender em hospitais da cidade Satélite de Ceilândia.

Além de atuar na capital federal também passou em concursos no Pará e Minas Gerais, além de prestar serviços também no Rio de Janeiro.

Sua indicação é pessoal do governador que a trouxe para o Estado no início do mandato para fazer um levantamento completo da situação da saúde no Estado, que lhe foi entregue recentemente.

Monica é clínica geral, atuou na área de medicina do trabalho e tem especialização na área intensiva e neonatal, um dos grandes gargalos da saúde do Estado do Acre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *